OUÇA AO VIVO 750 AM

Vôlei: Campeões olímpicos duelam na final da Superliga entre Sesi-SP e Taubaté

Vitória taubateana veio no último set
Começa nesta terça-feira a decisão da Superliga entre Taubaté e Sesi-SP

 

A decisão da Superliga Masculina, que começa nesta terça-feira, no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo, será um confronto entre campeões olímpicos. São três de cada lado. Pelo Sesi-SP, vão atuar o levantador William, o central Éder e o ponteiro Lipe. Do outro lado, pelo EMS Taubaté Funvic, estão os ponteiros Lucarelli e Douglas Souza e o central Lucão. O duelo começará às 21h30. O segundo jogo será no sábado.

O torneio será definido em uma série melhor de cinco jogos. Isso significa que vencerá o torneio quem vencer três partidas. Como dono da melhor campanha na primeira fase, o Sesi tem a vantagem de sediar três partidas.

O formato representa uma novidade em relação às temporadas anteriores, resolvidas em jogo único.

“É o formato no qual o time mais consistente vai merecidamente levar o título. E acredito que é a nossa hora”, disse o levantador Rapha, levantador e capitão do Taubaté.

HEGEMONIA
A final entre as duas equipes paulistas encerra hegemonia do Sada Cruzeiro, finalista nos últimos oito anos da Superliga com seis conquistas. Para chegar à final, o Sesi passou pelo Vôlei UM Itapetininga (SP) nas quartas de final e o Sesc (RJ) na semifinal. Já o EMS Taubaté Funvic eliminou o Vôlei Renata (SP) nas quartas e o Cruzeiro na semi.

Nas semifinais, Taubaté e Sesi passaram fazendo 3 a 0 em suas séries. Com isso, ganharam dez dias de treinos. Esse tempo foi fundamental para a preparação do técnico Renan Dal Zotto, que substituiu Daniel Castellani no Taubaté durante o torneio, e também para Rubinho, no comando do Sesi desde a temporada anterior, quando foi vice-campeão.

 

Agência Futebol Interior

WhatsApp chat