OUÇA AO VIVO 750 AM

São José terá reforço de 30 novos guardas

Guardas civis municipais de São José: a Prefeitura vai convocar mais 30 até setembro - Foto: Claudio Vieira/PMSJC
– Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Os 30 novos guardas civis municipais serão incorporados à Prefeitura de São José dos Campos nesta segunda-feira (14), a partir das 8h30, durante solenidade no Cefe (Centro de Formação do Educador), na região norte.

No mesmo dia, terá início o curso teórico e prático de 720 horas, com duração de seis meses, antes de começarem o patrulhamento nas ruas e as atividades de preservação de bens, serviços e instalações públicas.

Com o novo grupo, somente neste ano, foram incorporados 100 novos agentes –os outros 70 iniciaram o trabalho operacional no primeiro semestre.

O concurso para Guarda Civil Municipal 2ª Classe foi aberto em 9 de fevereiro de 2018 e teve 4.563 candidatos. No dia 19 de outubro de 2018, a seleção foi homologada com 236 aprovados.

O processo seletivo previa a contratação de 50 guardas. Porém, a Prefeitura decidiu dobrar para 100 com a finalidade de agilizar e otimizar o serviço prestado à população.

A GCM de São José, criada há 31 anos, conta atualmente com um efetivo de 327 homens e mulheres.A corporação mantém efetivo 24 horas nas ruas, apoia e integra operações conjuntas de atividades de fiscalização e ordenamento urbano, coíbe atos de vandalismo e zela pela estética urbana.

Modernização

A modernização das frotas de veículos e a melhoria da estrutura de trabalho dos funcionários da Secretaria de Proteção ao Cidadão e da Guarda Civil Municipal reforça as ações do programa São José Unida, criado pela Prefeitura em 2017 para integrar o trabalho das forças policiais da cidade e diminuir os índices de criminalidade no município, o que tem acontecido de acordo com os estatísticas divulgadas mensalmente pela Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Desde o início da atual Administração, a GCM passou por um processo acelerado de recuperação e melhoria de sua infraestrutura. Foram incorporados novos agentes e adquiridos novos fardamentos, armas, coletes à prova de balas, veículos, motos e tablets para melhoria do serviço prestado diariamente à população.

Pioneirismo

Vanguarda em tecnologia, São José inovou mais uma vez, já que a GCM é a primeira do Ocidente a ter veículos 100% elétricos, sendo superada no mundo apenas pela China. Em apenas um ano, o novo modelo gerou economia de R$ 850 mil aos cofres públicos.

Além da redução de gastos para os cofres públicos, com a frota totalmente elétrica a Prefeitura deixou de emitir cerca de 400 toneladas de CO2 (dióxido de carbônico) na atmosfera durante o primeiro ano de funcionamento do novo modelo. Esta ação equivale ao plantio de 2.800 árvores.

A implantação do novo sistema já virou referência para várias cidades do Brasil e foi recompensada com a conquista do Prêmio Empresa Inovadora Destaque 2019, concedido no mês passado durante o Innovation Brazil Forum Leaders. A Prefeitura de São José foi a única instituição pública do país entre os 22 premiados.

Os 30 carros disponibilizados para a Secretaria de Proteção ao Cidadão são mais econômicos, não poluentes, com menor custo de manutenção e ótimo desempenho. A Prefeitura inovou com ações de sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

O carro elétrico da GCM é usado no patrulhamento em vias públicas e, principalmente, nos arredores de equipamentos públicos como poliesportivos, praças, escolas e outros próprios da Prefeitura.

A viatura é um modelo chinês e tem autonomia para rodar até 400 km com recarga elétrica, que pode ser feita até em uma hora e meia.

Melhor GCM do Estado

Com estes investimentos e ações, a GCM de São José conquistou novamente o primeiro lugar entre as corporações das 10 maiores cidades do Estado de São Paulo na pesquisa Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos), realizada no 3º trimestre de 2019. É o quarto levantamento consecutivo na liderança.

As pesquisas Indsat são realizadas a cada trimestre. O grau de satisfação é definido por meio de pontuação, a partir da avaliação feita pelos próprios munícipes. No último levantamento, foram entrevistados 600 moradores em cada um dos municípios estudados.

WhatsApp chat