OUÇA AO VIVO 750 AM

São José tem menores taxas de homicídios e roubos em 18 anos

São José dos Campos registrou nos sete primeiros meses deste ano as menores taxas de homicídios e roubos em comparação ao mesmo período dos últimos 18 anos, considerando os dados desde o início da série histórica, em 2002.

Policiais e guardas preparados para mais uma ação conjunta: com o São José Unida, as taxas de criminalidade despencaram - Foto: Lucas Cabral/PMSJC
Policiais e guardas preparados para mais uma ação conjunta: com o São José Unida, as taxas de criminalidade despencaram – Foto: Lucas Cabral/PMSJC

De acordo com os dados divulgados nesta última sexta-feira (23) pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, de janeiro a julho ocorreram 26 assassinatos.

Outro dado significativo é que não foram registrados latrocínios (roubos seguidos de morte) neste ano. É a primeira vez que isto acontece desde 2002. Em 2018, nos sete primeiros meses foram 5.

Em relação aos roubos, foram 1.341 casos entre janeiro e julho de 2019.

Homicídios

Nos últimos três anos, as taxas dos sete primeiros meses ficaram entre as menores da história: 26 em 2019, 33 em 2018 e 30 em 2017. Desde 2002, somente em 2010 houve resultado semelhante, com 32 assassinatos.

Na comparação com o período de janeiro a julho de de 2018 e 2017, a redução foi significativa neste ano –queda de 21% em relação a 2018 e de 13% quanto a 2017.

Em relação às 138 mortes de 2003, quando houve a maior taxa, o recuo foi de 430%. Se comparada com a média dos 18 anos, de 54 assassinatos, os 26 registros dos sete primeiros meses deste ano representam uma redução de 51%.

Roubos

Os índices de roubos também despencaram em 2019.

Na comparação com as 1.748 ocorrências de 2018, os 1.341 assaltos significam um decréscimo de 23%. Quanto aos 1.969 casos de 2017, a queda foi ainda mais acentuada, de 31%.

Em relação a 2016, o número de roubos caiu quase pela metade. Naquele ano, foram registrados 2.445 –redução de 45%.

Se comparada com a média dos últimos 17 anos (em 2003 a Secretaria de Estado da Segurança Pública não disponibilizou as estatísticas deste crime), de 1.927 assaltos, os 1.341 representam um decréscimo de 30%.

Outro dado significativo é que nos sete primeiros meses de 2019 não foi registrado nenhum roubo a banco.

Assaltos + furtos

Os índices de roubos e furtos, somados, também são os menores dos últimos 18 anos e têm melhorado progressivamente com o São José Unida.

Foram 4.461 em 2019 contra 4.800 em 2018 (queda de 7%) e 5.595 em 2017 (redução de 20%).

Na comparação com 2016, quando não existia o programa e foram registrados 6.067, o decréscimo foi ainda mais vertiginoso, de 26%.

Em relação à média dos últimos 17 anos (excluído 2003 por não ter estatísticas de roubos), de 5.038, a redução foi de 11%

WhatsApp chat