OUÇA AO VIVO 750 AM

São José tem menores taxas de crimes dos últimos 18 anos

As taxas de crime em São José dos Campos têm diminuído progressivamente nos oito primeiros meses de 2019, o município registrou as menores taxas de homicídios, roubos, furtos e roubos somados e roubos de veículos em comparação ao mesmo período dos últimos 18 anos, considerando os dados desde o início da série histórica, em 2002.

Viaturas preparadas para mais uma Operação Integrada do São José Unida; com o programa, os principais indicadores de segurança nos oito primeiros meses de 2019 são os menores dos últimos 18 anos - Foto: Lucas Cabral/PMSJC
Viaturas preparadas para mais uma Operação Integrada do São José Unida; com o programa, os principais indicadores de segurança nos oito primeiros meses de 2019 são os menores dos últimos 18 anos – Foto: Lucas Cabral/PMSJC

De acordo com os dados disponibilizados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública na última quarta-feira (25), de janeiro a agosto ocorreram 32 assassinatos, uma média de apenas 4 por mês.

Outro dado significativo é que somente em agosto foi registrado o primeiro latrocínio (roubo seguido de morte) deste ano.

Na comparação com 2016, a queda é expressiva e vertiginosa, de 38%. Naquele ano, o número de homicídios chegou a 52.

Homicídios 

Desde 2017, as taxas dos oito primeiros meses ficaram entre as menores da história: 32 em 2019, 37 em 2018 e 35 em 2017.

As 32 mortes deste ano representam queda de 13,5% em relação a 2018 e de 8,5% em comparação com 2017.

Em relação às 153 mortes de 2003, quando houve a maior taxa da série histórica, a queda é mais expressiva ainda, de 79%. Se comparada com a média dos 18 anos, de 62 assassinatos, os 32 registros dos oito primeiros meses deste ano representam uma redução de 48%.

Outros indicadores

As taxas de roubos, assaltos e furtos somados e roubos de veículos também tiveram significativa redução nos oito primeiros meses de 2019 e são as menores desde o início da série histórica em 2002.

De janeiro a agosto deste ano, foram 1.510 roubos, sendo que não houve assaltos a banco e foram registrados apenas 11 casos de roubos de cargas. O índice é praticamente a metade do total de 2016, quando houve 2.954 roubos.

Nos oito primeiros meses de 2019, a soma de assaltos + furtos foi de 5.016, contra 7.205 de 2016, o que representa um recuo de 30%.

Quanto aos 292 roubos de veículos, a primeira vez que o índice ficou abaixo de 300 nos últimos 18 anos, o decréscimo em relação a 2016 é de 47% –naquele ano, foram 554.

Homicídios
2019: 32
2018: 37
2017: 35
2016: 52
Queda de 13,5% em relação a 2018, de 8,5% na comparação com 2017 e de 38% quanto a 2016

Roubos
2019: 1.510
2018: 2.009
2017: 2.242
2016: 2.954
Redução de 25% quanto a 2018, de 37% na comparação com 2017 e de 49% em relação a 2016

Assaltos + furtos
2019: 5.016
2018: 5.512
2017: 6.423
2016: 7.205
Recuo de 9% em relação a 2018, de 22% na comparação com 2017 e de 30% quanto a 2016

Roubos de veículos 
2019: 292
2018: 478
2017: 509
2016: 554
Decréscimo de 39% quanto a 2018, de 43% na comparação com 2017 e de 47% em relação a 2016

 

WhatsApp chat