OUÇA AO VIVO 750 AM

São José: “Projeto Juntos” abre inscrições para atividades culturais inclusivas

Promover a inclusão de pessoas com deficiências às atividades culturais é o objetivo da Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR). Para isso, um projeto piloto começou a ser desenvolvido no Cine Teatro Benedito Alves, na região central de São José dos Campos, beneficiando pessoas com idade a partir dos 8 anos (sem limite de idade).

O projeto interativo prevê a contação de histórias, música e arte por meio de oficiais às terças-feiras, das 9h às 11h ou das 14h às 16h - Foto: Ilustração
O projeto interativo prevê a contação de histórias, música e arte por meio de oficiais às terças-feiras, das 9h às 11h ou das 14h às 16h – Foto: Ilustração

Serão formados dois grupos de 20 pessoas, sendo metade das vagas oferecidas às pessoas sem necessidades especiais. A proposta do “Projeto Juntos” é integrar as pessoas, independentemente de suas deficiências, incentivando a participação nas atividades culturais e aprimorando a convivência.

O projeto interativo prevê a contação de histórias, música e arte por meio de oficiais semanais, com horários das 9h às 11h ou das 14h às 16h. Os pais ou responsáveis pelos alunos poderão desenvolver atividades paralelas no mesmo espaço cultural, enquanto os filhos participam do projeto inovador. Após três meses, esse projeto será avaliado, podendo se estender às casas de cultura existentes em diversas regiões da cidade.

Inscrições

A primeira aula está prevista para o dia 8 de outubro. Para isso, o interessado deve se inscrever pelo aplicado São José Viva, disponível para o Android ou IOS. Neste projeto, a FCCR envolveu mães que pudessem opinar e colaborar para a efetivação dessa inclusão. Para a FCCR, é importante que todos se apropriem dos espaços culturais, desenvolvendo suas habilidades de maneira inclusiva e de graça.

Para Cris Souza e Adriana Soares, mães de adolescentes com autismo, o projeto vem de encontro aos seus desejos porque vai permitir o acolhimento e a valorização de seus filhos em um ambiente acessível e compartilhado.

“Era um sonho meu…um ambiente que acolhesse a diversidade e desse voz e espaço às formas de expressões variadas. O fato das pessoas estarem juntas, independente de suas condições, é que dá o tom da real inclusão. É fazer valer o direito humano de convívio pleno em sociedade”, afirmou Cris, mãe de Padro Cauê, de 15 anos.

Sobre o benefício de se formar grupos de pessoas com diferentes capacidades, Adriana disse que “ter o foco na potencialidade e não na dificuldade das pessoas com deficiência é o que contempla a diversidade”. Para ela, a convivência é transformadora. “Conviver com a diferença, nos permite ampliar o olhar e estender a mão no entendimento do que é complementar. É na diferença que exercitamos a empatia, a solidariedade e o respeito ao outro. Juntos, os sonhos se intensificam numa realidade possível de transformar o mundo num lugar onde as pessoas possam viver bem”, disse. Adriana é mãe de seis filhos, entre eles Luís Felipe, de 17 anos, com autismo.

Música, a arte que reúne pessoas

A música será o fio condutor deste projeto piloto de inclusão social. “Por ser uma linguagem universal, a música cativa, agrega e reúne pessoas, onde a diferença é bem-vinda em harmonia” — é assim que a musicista Ana Clara Soares, que participa do Projeto Juntos, descreve a importância desta arte como forma de expressão, da manifestação da linguagem não-verbal como forma de comunicação. Ana Clara, que também é atriz e tem experiência com autistas, acredita que a música tenha fundamental importância para o público que precisa desse sensorial.

PROJETO JUNTOS

Quem pode participar: pessoas com e sem deficiências, a partir de 8 anos de idade

Como se inscrever: pelo aplicativo São José Viva, disponível para Android e IOS

Atividade: oficinas culturais com contação de histórias, música e arte

Local: Cine Teatro Benedito Alves (Rua Rui Dória 935, centro)

Dia: Todas as terças-feiras

Horário: das 9h às 11h ou das 14h às 16h

Início do projeto: 8 de outubro

WhatsApp chat