OUÇA AO VIVO 750 AM

São José perde para o Botafogo e está eliminado do NBB

O São José Basketball vendeu muito caro a derrota para o Botafogo na noite desta sexta-feira (5), no Rio de Janeiro, pelo NBB. O resultado final de 66 a 61 para os cariocas não refletiu a maior parte do jogo.

Conselho de Mobilidade de São José se reunirá para discutir preço da passagem do ônibus

A partida começou com duas novidades pelo São José. Mineiro e Pedro atuaram, pois a equipe perdeu o ala-pivô Douglas Nunes, que saiu machucado do primeiro jogo dos playoffs válidos pelas oitavas de final da competição. A segunda partida era decisiva. Uma vitória do São José levaria a um terceiro jogo no domingo, enquanto o triunfo botafoguense encerraria a série.

Mau começo

Com Mineiro entrando muito bem no jogo, o time joseense chegou a abrir 9 a 2 faltando 7 minutos para o término do primeiro quarto. Mas ele teve que deixar a quadra e, a partir daí, o Botafogo teve o seu melhor momento, terminando os primeiros 10 minutos com sete pontos de vantagem, uma vitória parcial de 20 a 13.

Mas o São José voltou bem melhor no segundo quarto e venceu o período por 20 a 19, terminando o primeiro tempo com 39 a 33, ou seja, tirando um ponto da vantagem conseguida pelo Botafogo no primeiro quarto. E mais. Mineiro foi o cestinha do time e do jogo no primeiro tempo, com 12 pontos. A boa performance o credenciou para continuar no terceiro quarto.

Reação

Porém, o Botafogo voltou mais consistente, usando suas opções de banco, e forçou o São José a cometer mais faltas. Os cariocas tinham dez pontos de vantagem (46 a 36) quando Mineiro teve de deixar a quadra por estourar o limite de faltas.

Mesmo assim, com ataques rápidos, facilitados pela entrada de Schneider, o time do técnico Jaú sustentou a reação que já havia iniciado e terminou vencendo também o terceiro quarto, por 14 a 12, reduzindo a vantagem do Botafogo para apenas quatro pontos, ou 51 a 47.

Os 10 minutos finais (quarto período) prometiam muitas emoções. Ainda mais para o São José, que teve o jogador Coimbra, que fazia função de pivô, eliminado com cinco faltas. Aí o jogo passou a ser perigoso para a Águia, que apostou na velocidade, mas passava a perder muitos ataques por falta de rebote ofensivo.

E não é que mesmo assim a vitória ficou nas mãos do São José? Um jogo consistente da Águia e o Botafogo sem o seu melhor armador, o norte-americano Jamaal, fizeram o São José virar o jogo faltando 6min44seg, com uma cesta de três pontos de Pastor: São José 55 x 53 Botafogo.

Foi quando ressurgiu Jamaal, que já havia sido o maior responsável pela vitória carioca no primeiro jogo dos playoffs. Quando o São José vencia por quatro pontos (57 a 53), ele voltou à quadra, fez uma cesta de três pontos e começou a definir a vitória e a classificação do time da casa.

No final, já desequilibrado pela falta de seus pivôs, o São José ainda lutou bravamente. Faltando 1min34seg, o jogo estava empatado em 61 a 61. Foi quando o time joseense perdeu dois lances livres e o Botafogo converteu, retomando a vantagem, que se manteria até o final, com 66 a 61 para o time do Botafogo.

Com esse resultado, o São José deixa esta edição do NBB, mas mostra que não seria injustiça se avançasse na competição. Afinal, venceu dois dos quatro quartos e perdeu o último por um ponto de diferença (14 a 15). A vitória do Botafogo se explica pela vantagem de sete pontos obtida no primeiro quarto do jogo. A Águia caiu de pé.

WhatsApp chat