São José: Funcionários da Urbam realizam paralisação; Coleta seletiva está prejudica

Cerca de 300 funcionários da Urbanizadora Municipal (Urbam) de São José dos Campos estão de braços cruzados na manhã desta segunda-feira (04). Eles se concentram em frente a Secretaria da Educação, onde esta a maior parte dos grevistas.

Segundo o presidente dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio de São José dos Campos, Marcelo Ribeiro Cardoso, o protesto é devido a campanha salarial. Ele explicou que a data base dos trabalhadores é todo mês de maio e neste ano a entidade não conseguiu uma negociação com a empresa para um aumento real nos salários, foi feito somente o reajuste de acordo com a inflação no período.

“Nós queremos aumento real de pelo menos 1%, além da não alteração nos Vales Alimentações e Planos de Saúde”, comenta Cardoso. As alterações seriam o pagamento do vale alimentação que hoje é feito em dinheiro passaria para cartão e no caso dos planos de saúde seria cobrado um adicional de R$ 25 por consulta, além do desconto de 4% mensais nos salários.

Ainda de acordo com o presidente do Sindicato, os serviços de coleta seletiva, que começaram nesta segunda-feira em 100% do município, e varrição no região central estão prejudicados.

A Urbam ainda não se manifestou sobre o assunto.

Da Redação

Desenvolvedor Web - Relbert Ribeiro