OUÇA AO VIVO 750 AM

São José dos Campos zera demanda reprimida de consultas oftalmológicas

A demanda reprimida de consultas oftalmológicas dos pacientes da rede pública de saúde foi equacionada pela Prefeitura de São José dos Campos. Hoje, um paciente que busca por este especialista é atendido em menos de 30 dias, pois são ofertadas em média cerca de 7.000 consultas por mês.

Conselho de Mobilidade de São José se reunirá para discutir preço da passagem do ônibus

A demanda reprimida em primeira consulta chegou a quase 20 mil pacientes em 30 de junho do ano passado. Na época, a Prefeitura contava com apenas um prestador, o Próvisão, que vinha enfrentando uma grave crise financeira e administrativa.

Com a implantação do programa Resolve Mais, em novembro do ano passado, a Prefeitura estabeleceu parcerias com outras quatro clínicas com o intuito de ampliar a oferta de consultas nesta especialidade.

Atualmente, prestam serviço para a Prefeitura, além do Hospital Próvisão, as clínicas Oftalmovale, Oftcor, Interclínicas e Cies Global (Centro de Integração de Educação e Saúde), que atende em uma unidade móvel no Cefe, em Santana.

Para zerar a demanda reprimida, a Prefeitura fez uma força-tarefa junto aos prestadores habilitados, sobretudo nos primeiros dois meses deste ano. Em janeiro, foram agendadas 7.598 consultas e em fevereiro 8.993. A marcação das consultas é realizada nas unidades básicas, mas a convocação se dá pela central de agendamento do Ipplan.

WhatsApp chat