OUÇA AO VIVO 750 AM

São José dos Campos começa a discutir o transporte público em série de reuniões

A Casa do Idoso Leste, no bairro Vista Verde, recebeu na noite desta quarta-feira (8) a primeira oficina participativa para a discussão do novo modelo de transporte público de São José dos Campos.

Região leste terá maior oferta de ônibus a partir de quarta-feira (20/03)
São José dos Campos começa a discutir o transporte público Foto: Claudio Vieira (PMSJC)

Nas oficinas participativas, que serão realizadas em todas as regiões da cidade, incluindo o distrito de São Francisco Xavier, a população poderá traçar o cenário atual do transporte público e discutir soluções e alternativas para o novo sistema.

Atualmente, o transporte público de São José é operado por três empresas, por meio do Consórcio 123. Dos três lotes de concessão, dois se encerram em abril de 2020 e outro em fevereiro de 2021.

Todas as oficinas são iniciadas com uma palestra, seguida de uma apresentação do atual cenário do transporte público e características da cidade. Na sequência, são montados vários grupos de discussão, com troca dos integrantes a cada 15 minutos. A população pode discutir sobre o atual sistema e apresentar sugestões para o novo modelo.

A estudante do terceiro ano de Logística da Fatec, de São José dos Campos, Nádia Souza, de 22 anos, aprovou o encontro. “Gostei bastante e levo a experiência daqui para a universidade, onde sou mentora de projetos”, contou a moradora do bairro Novo Horizonte, na região leste, que também atuou como mentora na oficina. Cada grupo escolhe um mentor (a), que ficará fixo e é responsável por passar as informações dos grupos.

Para Nádia, a oficina foi uma ótima oportunidade para analisar o transporte público e apresentar sugestões. “Na minha região, por exemplo, poderia ter mais itinerários de ônibus e também poderiam colocar algumas funções offline nos aplicativos do transporte, já que algumas pessoas não têm rede móvel”, disse. “O cartão do Bilhete Único não pode acabar, é uma facilidade”, completou.

“Ninguém pode reclamar que não houve divulgação das oficinas, havia cartaz em todos os ônibus”, concluiu Nádia.

Todos os apontamentos serão recebidos pelos técnicos da Secretaria de Mobilidade Urbana e estarão disponíveis no hotsite do Novo Transporte Público. Nele, a população ainda poderá fazer a inscrição para as oficinas, obter informações sobre o projeto do novo transporte público, dados do atual serviço, pesquisas, enviar sugestões, entre outros.

WhatsApp chat