OUÇA AO VIVO 750 AM

Projeto que autoriza atendimento psicossocial em delegacias, pode voltar para discussão e votação dos deputados

A deputada estadual Leticia Aguiar (PSL) fez um requerimento, para que o Projeto de Lei 882/2003 seja incluído na Ordem do Dia para ser discutido e votado pelos deputados no plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O projeto, de autoria do ex-deputado Romeu Tuma Junior, autoriza a instalação de equipes de plantão de atendimento psicossocial nas Seccionais de Polícia, Distritos Policiais, Delegacias dos Municípios e Delegacias de Defesa da Mulher em todo o estado.

Sem andamento desde fevereiro de 2004, a propositura teve parecer favorável nas Comissões de Constituição e Justiça e Segurança Pública da Alesp, e está pronto para ser colocado na ordem do dia.

“Muitas pessoas chegam abaladas emocionalmente a uma delegacia. Esse atendimento psicológico e social, em especial nas Delegacias da Mulher, onde muitas vítimas de abusos e violência estão denunciando criminosos, fará toda a diferença na vida dessas pessoas”, explicou a deputada Leticia Aguiar.

O projeto de Lei 882/2003, consiste na implantação de equipes de plantões de atendimento psicossocial, formadas por psicólogos e assistentes sociais, nas delegacias e distritos policiais do Estado de São Paulo. A medida representará um avanço no atendimento à população, pois a polícia estará voltada não só para os efeitos da violência, através das medidas de polícia judiciária, mas também auxiliando no combate de suas causas, por meio da prevenção social.

WhatsApp chat