OUÇA AO VIVO 750 AM

Prefeitura de São José planta árvores na avenida dos Astronautas

A Prefeitura de São José dos Campos realizou na última semana o plantio de 136 árvores na praça Heróis de Alcântara, na avenida dos Astronautas, região sudeste de São José dos Campos. Os trabalhos foram realizados pela equipe da Secretaria de Manutenção da Cidade.

Equipe de áreas verdes da Secretaria de Manutenção da Cidade realiza plantio de compensação ambiental - Foto: Claudio Vieira/PMSJC
Equipe de áreas verdes da Secretaria de Manutenção da Cidade realiza plantio de compensação ambiental – Foto: Claudio Vieira/PMSJC

O plantio na zona urbana faz parte da compensação ambiental das árvores que estão sendo suprimidas para dar lugar à ciclovia que conectará a região central à região sudeste, integrando o mapa cicloviário pactuado no Plano Diretor do Município (Lei Complementar 612/2018), que traz como diretriz a ampliação e integração das ciclovias da cidade.

A obra visa beneficiar centenas de ciclistas e pedestres que utilizam o trecho diariamente, trazendo mais segurança e qualidade de vida no deslocamento dessas pessoas, incentivando assim a diminuição do uso do automóvel e a redução da emissão de poluentes.

O projeto da ciclovia foi concebido visando causar o menor impacto possível às árvores. O traçado inicial, que demandaria a supressão de 405 árvores, foi adequado e reduzido para 136 supressões.

A supressão está amparada na lei municipal de arborização urbana do município (Lei 5097/97) e prevê a compensação ambiental da ordem de 25 árvores nativas a serem plantadas para cada espécie nativa suprimida e 10 árvores para cada árvore exótica suprimida. Deste modo, a compensação da obra envolve o plantio de 2.645 árvores no município, sendo todas em vias públicas na zona urbana, contribuindo para o conforto térmico e o sequestro de carbono na cidade.

Além das 136 árvores plantadas na praça, a compensação ambiental beneficiará outras regiões da cidade carentes de arborização, conforme apontado no Plano Municipal de Arborização Urbana, e os plantios terão início no período de chuvas.

Obra da ciclovia

A ciclovia conectará a região central à região sudeste, tendo o seu início na portaria principal do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), passando pela marginal da Dutra e avenida dos Astronautas, seguindo em direção ao Inpe e Embraer, terminando na rua Dra. Tania Lis Tizzoni Nogueira, que dá acesso ao MAB (Museu Aeroespacial Brasileiro), sendo uma importante obra cicloviária para a malha urbana de São José dos Campos.

Os trabalhos foram iniciados em 6 de agosto na rua Tânia Nogueira, via de acesso ao Aeroporto Internacional de São José dos Campos “Professor Urbano Ernesto Stumpf”, e seguirão no sentido avenida dos Astronautas.

A ciclovia terá seis quilômetros de extensão e deve ser concluída no primeiro trimestre de 2020. A obra será executada pela empresa Hema Construção LTDA, que venceu a licitação com valor de R$ 3.733.660, 16% abaixo do previsto em edital.

No início de 2017, a cidade possuía 79 quilômetros de malha cicloviária e atualmente são 96 quilômetros, distribuídos em todas as regiões de São José. O objetivo da Prefeitura é que, em 2020, a cidade chegue a 157 quilômetros da malha cicloviária.

Neste ano, além da ciclovia do DCTA-Astronautas, a Prefeitura também lançou o edital para outra importante ciclovia: a do Arco da Inovação, que ligará a avenida Lineu de Moura até o Jardim Satélite. A ciclovia tem aproximadamente 3,3 km de extensão e também já teve a ordem de serviço assinada.

Além delas, está previsto ciclovias nos projetos da Via Cambuí (região sudeste) e Via Jaguari (região norte), com 8,6km e 4km, respectivamente.

WhatsApp chat