OUÇA AO VIVO 750 AM

Preço da Cesta Básica volta a apresentar queda no Vale do Paraíba

Em São José dos Campos o preço da cesta básica caiu 1,12%
Em São José dos Campos o preço da cesta básica caiu 1,12%

Pesquisa realizada pelo Nupes (Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais) da Universidade de Taubaté aponta queda no preço da cesta básica na região do Vale do Paraíba. Foram 4 cidades pesquisadas, São José dos Campos, Caçapava, Taubaté e Campos do Jordão.

 

Em julho de 2019, o preço médio da cesta nas quatro cidades foi de R$ 1.680,64, redução de – 0,14% em relação ao mês de junho. O valor é menor do que o verificado em junho que foi de R$ 1.683,05. Esta é a terceira variação negativa consecutiva que, acumulada já somam – 3,44%, acompanhando assim o comportamento de queda nos preços da cesta básica em todo o país.

 

É o quarto mês seguido em que a cidade de Taubaté vem se destacando com a cesta básica mais cara da região, custando R$ 1.698,49 contra e, R$ 1.708,89 do mês de junho. No entanto, em julho as variações negativas foram mais equilibradas atingindo metade das cidades pesquisadas indicando uma tendência à estabilidade dos preços.

 

A cidade de Caçapava continuou se destacando com o menor preço, R$ 1.662,44 em julho contra R$ 1.650,71 em junho. A diferença da variação percentual dos preços entre as cidades de menor e maior preço em julho foi de 2,17%, inferior ao verificado no mês de junho que foi de + 3,75%.

 

Em São José dos Campos o preço da cesta básica caiu 1,12%, em junho o valor foi de R$ R$ 1.697,91 já em julho o preço caiu para R$ 1.678,87

 

Itens da Cesta 

 

Na comparação dos preços médios de julho de 2019 em relação junho de 2019, dos 32 produtos  de alimentação pesquisados, 18 apresentaram redução e 14 aumentos. Dos 5 produtos do item higiene pessoal 2 apresentaram aumentos e 3 reduções. Em relação aos 7 produtos de limpeza doméstica 4 tiveram altas e 3 reduções.

Os principais “vilões” da cesta básica em junho, em São José, foi o mamão, que subiu 34,09%, a  cebola 20,32% e o alho com 02,49%. Por outro lado, o alface apresentou queda de 19,76%, batata 10,87% e tomate 10,53%

No Vale do Paraíba,o mamão foi o item que teve o maior aumento de preço em todas as cidades pesquisadas, tendo um aumento médio de 34,42%, já a laranja pêra teve seu preço reduzido em 12,05%.

O mamão foi o grande vilão da variação positiva dos preços em julho, invertendo o comportamento de queda que apresentou nos meses de maio e junho. A queda na produção forçada pelas condições climáticas elevou os preço da fruta.

Segundo mês de queda do preço da laranja pêra. Esta variação segue influenciada pela baixa
demanda sinalizando que o mercado de cítricos continua desaquecido, quando associado a queda
nos preços internacionais do produto e maior oferta com o período de maior colheita no mercado
brasileiro.

 

 

 

WhatsApp chat