OUÇA AO VIVO 750 AM

Polícia Federal apreende R$ 260 mil e armas em sindicato em São José

Foto: Divulgação/Polícia Federal
Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou na tarde desta última quinta-feira a operação “Pau na Gata” em São José dos Campos, com mandatos, os policiais entraram na sede do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Construção e Montagem Industrial (Sintricom)  da cidade, onde apreenderam R$ 260 mil em dinheiro, uma pistola com silenciador e numeração raspada, munições de .380, um bloqueador de sinais de celular, computadores e documentos.

Segundo denúncias de empresas do setor, que prestam serviços na Revap (Refinaria Henrique Lage), a operação “Pau na Gata” tem objetivo desarticular uma organização criminosa voltada a prática de crimes de extorsão, ameaça e crimes contra organização do trabalho praticados, em tese, por representantes do sindicato contra trabalhadores terceirizados da refinaria. Segundos essas denuncias, a ação do sindicato era extremamente violenta, com depredação de ônibus e de veículos particulares, ataques às casas de empregados das empresas, inclusive com disparos de arma de fogo.

Também foram cumpridos mandatos de busca e apreensão em Caraguatatuba. A PF informou que as investigações continuarão com análise do material apreendido, audiências e levantamento de outras provas. A expressão “Pau na Gata”, utilizado para nomear a operação é referente a expressão utilizada por membros do próprio sindicato no ato da extorsão de trabalhadores, informou a Polícia Federal.

 

 

WhatsApp chat