OUÇA AO VIVO 750 AM

Pesquisa Nupes aponta aumento nos preços dos produtos da Semana Santa

Aqueles produtos tradicionais da Semana Santa estão literalmente com preços mais salgados em 2019. Não adianta “dessalgar” o bacalhau, economizar na azeitona e até mesmo esquecer do ovo de páscoa com brinquedo, o aumento foi geral, mas o bacalhau e a azeitona foram os “vilões” deste ano. 

Conselho de Mobilidade de São José se reunirá para discutir preço da passagem do ônibus

A pesquisa no Núcleo de Pesquisas Econômico-Sociais (Nupes) da Universidade de Taubaté(Unitau) aponta o aumento nos preços dos produtos comercializados na semana santa. Foram pesquisados os preços de seis produtos tipicamente comercializados na Semana Santa. Os dados foram coletados nas cidades de Taubaté, São José dos Campos, Caçapava e Campos do Jordão. No item ovos de páscoa foram verificados os preços do produto com e sem brinquedos.

Em relação a 2018, o quilo do bacalhau teve um aumento de 21,37% chegando a R$53,94. A azeitona registrou a segunda maior alta com 11,73% – 500 gramas do produto custam R$ 12,19.

Os ovos de pascoa sem brinquedos de 170g custam em média R$38,20 e registraram um aumento de 10,18% em relação ao ano anterior. Já os ovos com brinquedos (170g) tiveram alta de 11,07% chegando ao preço médio de R$ 50,38. Sendo assim, os ovos com brinquedo são cerca de 31,88% mais caros.

A caixa de bombom (300g) foi o produto com menor alta. Foi registrado um aumento de 4,94% com preço médio de R$ 9,13. 

WhatsApp chat