OUÇA AO VIVO 750 AM

Palocci pode ir para prisão domiciliar

Julgamento de Antonio Palocci deve ser concluído hoje e o ex-ministro, assim, poderá deixar a cadeia para cumprir prisão domiciliar. Ele fez acordo de delação premiada com a Justiça Federal e o caso dele será julgado pela 8ª Turma Penal do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre.

A defesa pediu revisão de sentença com base nas informações que foram prestadas por ele na investigação. A pena privativa de liberdade pode ser substituída por domiciliar, mediante uso de tornozeleira eletrônica.

Palocci deu detalhes de como era o esquema de corrupção na Petrobrás, por meio de 18 termos, que constam do acordo de delação premiada. O relator da Lava-Jato na Corte, desembargador João Pedro Gebran Neto, já votou pela redução da pena na primeira parte do julgamento, que ocorreu no mês passado.

Jesse Nascimento

Veja mais:

Projeto Escola Sem Partido é tema de discussão no Congresso essa semana

WhatsApp chat