OUÇA AO VIVO 750 AM

Maninho diz “que tira peso das costas” e sempre teve o respeito do povo

Maninho Cem por Cento (PTB) diz “que tira peso das costas” e sempre teve o respeito do povo. Ele foi absolvido por unanimidade pelos vereadores, em São José dos Campos, na noite desta terça-feira (12/03), das denúncias de cobrança de pedágio, cobrança irregular de doações eleitorais e desvio de função do cargo.

Por falta de provas, Maninho é absolvido por unanimidade pelos vereadores

Em entrevista exclusiva ao Jornal Piratininga desta quarta-feira (13/03) ele estava aliviado com a decisão. “Graças a Deus a gente tira um grande peso das costas e vamos continuar trabalhando com muito mais afinco”, comemorou o vereador.

Maninho frisou que nunca faltou com a verdade e que foi alvo de “pessoas maldosas, que queriam me prejudicar. Deus foi fiel comigo. A gente sempre trabalhou com a verdade, com a razão”.

O petebista destacou que nunca baixou a cabeça e continuou trabalhando com afinco. “Em nenhum momento a gente chegou a se abater pelo que estava acontecendo. A gente sempre estava com o povo, nas ruas, nas feiras. Eu tinha já o respeito do povo. A maioria das pessoas que me conhece não se importava muito com os fatos aí”, afirmou Maninho.

Por fim, ele ressalto que não deve levar o caso adiante na Justiça Comum: “Não tenho intenção de prejudicar ninguém. Deixa o jurídico tomar conta”, finalizou o vereador.

Votação

Nesta terça, na Câmara Municipal, as três denúncias (cobrança de pedágio de assessores, desvio de função de cargo e doações eleitorais irregulares) foram colocadas em votação e os vereadores absolveram Maninho por unanimidade nos três casos.

O advogado de Maninho, Cristiano César de Andrade de Assis, disse que “havia um sentimento de vingança por trás disso”.

O caso foi arquivado pelo presidente da Câmara, Robertinho da Padaria (PPS) e ata da sessão extraordinária será encaminhada à Justiça Eleitoral.

Ouça a entrevista exclusiva com Maninho Cem por Cento.

Jesse Nascimento

WhatsApp chat