Guarda Costeira líbia resgata 272 imigrantes em frente às praias de Trípoli

A Guarda Costeira da Líbia resgatou, nas últimas horas, 272 pessoas que viajavam a bordo de dois botes com a intenção de chegar ao litoral da Europa, informou nesta segunda-feira (8) a autoridade de imigração do Oeste do país.

Segundo o coronel Ayoub Kasem, porta-voz da guarda litorânea, na tarde de ontem (7) foram encontradas as duas embarcações a 30 e 12 milhas, respectivamente, do litoral da cidade de Garrabulli, nos arredores da capital líbia, e nelas viajavam 53 mulheres e 56 crianças.

Em uma delas foram encontrados, além disso, os corpos de mais duas pessoas que aparentemente teriam morrido por causa da fumaça do motor ou por esmagamento.

“Todos os sobreviventes foram transferidos a um porto próximo, onde receberam os primeiros socorros. Depois, foram levados ao Centro de Amparo de Imigrantes, iniciando o processo de repatriação por meio do contato com suas embaixadas”, explicou Ayub em comunicado.

As praias que se estendem entre Trípoli e a fronteira com a Tunísia se transformaram nos últimos dois anos no principal reduto das máfias que traficam seres humanos, apesar da presença das patrulhas europeias.

Segundo dados da Organização Internacional de Migração (OIM), organismo vinculado à Organização das Nações Unidas (ONU), 171.635 imigrantes ilegais conseguiram cruzar o mar em direção à Europa em 2017, sendo que 3.116 desapareceram na travessia.

Agência Brasil

Desenvolvedor Web - Relbert Ribeiro