OUÇA AO VIVO 750 AM

“Foi Deus quem colocou e só Deus vai tirar” da vereança, diz Maninho

Maninho Cem Por Cento (PTB) se apega à fé em Deus para falar dos processos nos quais é acusado de improbidade administrativa e recebimento de benefícios pela indicação de servidores à Prefeitura de São José dos Campos. O vereador ao falar da anulação da sentença, que o condenou por supostamente usar servidor do gabinete em negócios próprios no horário de expediente da Câmara disparou: “Foi Deus quem colocou e só Deus vai tirar” da vereança, diz Maninho.

Homem armado ameaça presidente da Câmara de Guaratinguetá

A decisão do Tribunal de Justiça que anulou a sentença de primeira instância foi recebida com alívio pelo vereador: “A gente aguardava ansioso por essa decisão, porque a gente sempre trabalhou com a verdade e, de repente, a gente se vê no mar de lama”.

Maninho agora disse que o objetivo agora e arregaçar as mangas e ajudar a população joseense. “Faz dois anos que a gente sofre e agora podemos trabalhar. Sem esse peso a gente pode trabalhar muito mais”, destacou o petebista.

Ele ainda disse que pagou pela falta de experiência e vivência no mundo político: “Sempre é um aprendizado na nossa vida”, disse. Maninho frisou ainda que é preciso “abrir mais o olho, ficar mais esperto, não vacilar, não ser ingênuo. O processo aconteceu devido a pessoas má intencionadas que usaram a nossa pouca experiência”, contou Maninho

O vereador quer encerrar o caso e voltar-se ao trabalho. “Eu sou Cristão e busco minhas coisas muito em Deus. Já foi feita essa pergunta (Se vai processar quem provocou ação contra ele) para mim, através do meu jurídico, e eu não pretendo mover ação contra ninguém, porque eu como Cristão que sou jamais vou querer pagar o mal com mal. Eu oro muito pelas pessoas maldosas que querem o meu mal. Essas pessoas podem ficar tranquilas”, finalizou Maninho.

Acompanhe a entrevista exclusiva com Maninho

Jesse Nascimento

WhatsApp chat