Famílias do Banhado voltam a ficar no radar da Prefeitura de São José dos Campos

Famílias do Banhado voltam a ficar no radar da Prefeitura de São José dos Campos, que ingressou com ação civil pública para retirar as pessoas que vivem na Comunidade Nova Esperança do local.
A prefeitura quer que os moradores deixem o local ocupado desde os anos 30 de forma definitiva e os argumentos usados na ação tem dados da Secretária de Saúde, que apontam moradores da área com doenças respiratórias e outro do Corpo de Bombeiros que aponta risco significativo de incêndio.

Os principais pontos apresentados são os materiais usados para construção das residências, a ausência de separação entre as edificações, ligações elétricas irregulares e precárias, e também o grande acúmulo de lixo.

O governo tucano criou nos últimos meses um projeto em que oferece aos moradores da comunidade um valor de R$ 5.000 para auxílio mudança e demolição, além de R$ 700 mensais de aluguel social para as famílias. A ação traz exemplos de imóveis que podem ser alugados com o valor. As informações são do jornal O Vale.

Jesse Nascimento

Veja mais:

Plano diretor foi uma conquista para São José dos Campos, avalia secretário

Desenvolvedor Web - Relbert Ribeiro