Embraer e Boeing comunicam assinatura de acordo para nova empresa de aviação

As empresas de aviação Embraer e Boeing comunicaram nesta quinta-feira (5) a assinatura de acordo entre as partes para a criação de uma joint venture na área de aeronaves comerciais da companhia brasileira. Agora, a nova empresa entra no mercado avaliada em US$ 4,75 bilhões. Segundo informações, a empresa norte-americana de aviação deterá o montante de 80% do novo negócio e a Embraer fica com 20% do restante.

O acordo é uma resposta à francesa Airbus, que se uniu a canadense Bombardier em outubro de 2017, pela concorrência na fabricação de jatos na faixa entre 70 e 130 passageiros, mesmo nicho de desenvolvimento da Embraer.

Para que o acordo entre em vigor, a Boeing deve desembolsar um valor próximo de US$ 3,8 bilhões pela porcentagem anunciada. Com a assinatura, a estrutura da joint venture terá a liderança da estrutura da equipe diretamente do Brasil, com grupo de executivos reforçado da presença de CEO e presidente. A fabricante norte-americana de Washington fará o controle operacional e da gestão dessa nova empresa.

A Joint Venture é um modelo empresarial em que duas empresas se unem para criar uma nova empresa e dividir seus lucros e prejuízos.