OUÇA AO VIVO 750 AM

Deputado Federal Alexandre Frota é expulso do PSL

O deputado federal eleito por São Paulo Alexandre Frota não é mais integrante do PSL (Partido Social Liberal), após críticas ao presidente Jair Bolsonaro (do mesmo partido), a direção executiva da legenda por unanimidade votou a expulsão do parlamentar que foi eleito no ano passado com 156 mil votos.

Frota
Deputado federal Alexandre Frota foi expulso do PSL

O pedido de expulsão de Frota, aprovado por nove votos, partiu da deputada Carla Zambelli (PSL-SP). Nos últimos dias, Frota passou a criticar publicamente o governo e o presidente, e chegou a declarar que estava decepcionado com Bolsonaro e com a falta de articulação do presidente com os parlamentares. Em mais de uma ocasião, o parlamentar criticou, por exemplo, a iminente nomeação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

No segundo turno da votação da reforma da previdência, Frota se absteve de votar, foi o único do PSL a não votar. Segundo o presidente do PSL, Luciano Bívar, Frota foi enquadrado em artigo do regimento que fala sobre desalinhamento partidário. E que sua expulsão se deve as declarações contra o presidente e não necessariamente a sua posição nessa votação.

Bívar disse ainda que o Bolsonaro não foi consultado sobre a expulsão do deputado. O senador Major Olímpio (SP), outro desafeito do ex-ator, disse que se sentiu satisfeito com a saída de Frota da legenda.

Como acabou sendo expulso do PSL, o deputado não poderá ser acusado por infidelidade partidária, portanto, poderá escolher um novo partido e não perderá o mandato. DEM e PSDB são os partidos com mais chances de receber Alexandre Frota

 

 

WhatsApp chat