Defesa de Dié (PSDB) acredita que TRE julgue caso Petiti (MDB) até 20 de dezembro.

Defesa de Dilermando Alvarenga, o Dié (PSDB), acredita que TRE (Tribunal Regional Eleitoral) julgue caso Fernando Petiti (MDB) até 20 de dezembro. Petiti foi julgado e condenado por infidelidade partidária, em primeira instância, o representaria a perda do mandato de vereador. Com isso Dié, o primeiro suplente assume tão logo o TRE se manifeste no pedido de embargos declaratórios interpostos pela defesa de Petiti.

O advogado, especialista em direito eleitoral, Alberto Rollo, que defende Dié explica o trâmite depende da decisão do TRE, para que a posse de Dié seja consumada. Em julgado o processo, o TRE envia ofício ao presidente da Câmara, que por sua vez convoca Dié para a posse.

Alberto Rollo acredita ser quase impossível uma reviravolta no caso no TRE.

Jesse Nascimento

Veja mais:

Câmara de São José pretende criar cinco novos cargos de até R$ 8 mil

Desenvolvedor Web - Relbert Ribeiro