OUÇA AO VIVO 750 AM

Decisão sobre futuro da GM, em São José dos Campos, deve acontecer em 20 dias

Decisão sobre futuro da GM (General Motors), em São José dos Campos, deve acontecer em 20 dias. A informação é do Sindicato dos Metalúrgicos, que já fez assembleia com os trabalhadores nesta quarta-feira (23/01).

A GM apresentou 28 pontos, que mexem nos direitos dos trabalhadores, como ressaltou o dirigente sindical Renato Almeida. Um dos pontos é “a terceirização total e para o Sindicato isso é muito preocupante”, ressaltou. Ainda de acordo com Almeida, “os terceiros ganham em média 30% menos” de que um trabalhador contratado.

Outro ponto que preocupa os trabalhadores é aquele que diz respeito a estabilidade de funcionários com doenças médicas, que é tida como cláusula pétrea firmada em outras convenções coletivas, a qual “garante estabilidade até a aposentadoria”, lembrou Almeida.

Dos 4.800 funcionários da planta em São José dos Campos, mais de mil tem estabilidade por causa de problemas médicos.

Renato Almeida frisou que “de maneira nenhuma queremos que a empresa feche plantas no Brasil e, principalmente, em São José dos Campos, mas o ponto de vista da empresa é irreversível. Eles reiteram no comunicado interno o fechamento de fábricas nos Estados Unidos.

Assista ao vídeo produzido pela nossa reportagem com mais detalhes sobre o futuro do GM.

Jesse Nascimento

Veja mais:

Sindicato faz hoje (23/01) assembleia com trabalhadores para analisar proposta da GM

WhatsApp chat