OUÇA AO VIVO 750 AM

Caso Praia Grande: Felício Ramuth (PSDB) vira réu na Justiça e nega irregularidades

Felício Ramuth (PSDB) vira réu na Justiça em processo que investiga irregularidades na contratação, pela Prefeitura de Praia Grande, da empresa de informática dele e de uma outra empresa da qual ele era consultor.

Na ocasião, o governo da cidade do Litoral Sul de São Paulo, era governado pelo PSDB, e as investigações apontam indícios de fraude em três licitações de 2014 a 2016. Nas duas primeiras licitações a vencedora foi a empresa, na qual o prefeito era consultor, a CSJ Sistemas. Na outra, a vencedora foi a empresa dele a Direct.

Executivo da Embraer é nomeado CEO de nova empresa

Em, fevereiro, a Justiça aceitou a ação do Ministério Público que investigava o caso e tornou réus 13 pessoas, entre elas Felicio e Ângelo Oliveira, dono da empresa CSJ.

O Ministério Público ainda aponta na ação grave prejuízo ao erário e improbidade administrativa.

Outro lado
O prefeito de São José dos Campos e empresário Felício Ramuth divulgou nota através da assessoria de imprensa, na qual afirma que “não cometeu qualquer irregularidade. Trata-se de uma acusação sem fundamento feita durante a campanha eleitoral, com o único objetivo de prejudicar a sua candidatura como prefeito.

A denúncia cita acontecimentos de 2014, muito antes dele ser eleito prefeito.

Felício já apresentou a defesa prévia e assim que for citado com a chegada da carta precatória apresentará sua contestação. O prazo para defesa é 12/4.

A ação será julgada improcedente rapidamente após a apresentação da contestação, pois falta justa causa para o prosseguimento da ação”, destacou o prefeito de São José dos Campos, em nota.

Jesse Nascimento

WhatsApp chat