OUÇA AO VIVO 750 AM

Câncer colorretal: lançamento do programa acontece nesta sexta em São José

O programa de rastreamento do câncer de intestino será lançado pela Prefeitura de São José dos Campos nesta sexta-feira (13), a partir das 10h, no Vale Sul Shopping. A iniciativa tem a parceria da Abrapreci (Associação Brasileira para Prevenção do Câncer de Intestino), que trará uma réplica ampliada do intestino grosso gigante, a ser exposta no local até 20 de setembro.

Imagem do intestino grosso gigante que ficará exposto no Vale Sul até o dia 20: experiência interativa - Foto: Ilustração
Imagem do intestino grosso gigante que ficará exposto no Vale Sul até o dia 20: experiência interativa – Foto: Ilustração

O evento contará com as presenças das maiores autoridades médicas desta especialidade no Brasil, como a Dra. Angelita Harb Gamma, fundadora e presidente da Abrapreci, professora titular de cirurgia da faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e coordenadora no Brasil do Programa de Prevenção do Câncer Colorretal.

Também estarão presentes o Dr. Paulo Hoff, professor titular da Disciplina de Oncologia Clínica da Universidade de São Paulo e diretor-geral do Instituto de Câncer do Estado de São Paulo; Dr. Marcelo Campos Oliveira, diretor da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde; Dr. Savino Gasparini, presidente do colégio Brasileiro de Cirurgiões; Dr. Sidney Nadal, presidente da Sociedade Brasileira de Coloproctologia; Dr. Luiz Arnaldo Szultan, chefe do departamento de Cirurgia da Santa Casa de São Paulo, entre outros.

O programa é inédito na rede pública e tem o objetivo de ampliar a oferta de serviços (exames de rastreamento e tratamento) e sensibilizar a população sobre o risco do câncer colorretal, através de campanhas educativas. O programa de rastreamento do câncer intestinal integra as ações do Previna, lançado pela Prefeitura em 2018.

A doença

O exame de rastreamento para o câncer colorretal é feito através da pesquisa de sangue oculto nas fezes, em pacientes acima de 50 anos, de ambos os sexos. A pesquisa já é oferecida como rotina em todas as Unidades Básicas de Saúde para os pacientes acima de 50 anos.

Com o programa, a Prefeitura está orientando as pessoas acima desta faixa etária a procurarem as UBS’s para realizar a triagem e fazer os exames de prevenção da doença, uma vez ao ano. Quando o resultado do exame apresentar positivo, o paciente será encaminhado para a colonoscopia, sendo que o tempo médio entre a pesquisa de sangue oculto e a realização do exame será de até 30 dias.

Nos casos em que for diagnosticado câncer de intestino, os pacientes serão submetidos ao tratamento cirúrgico, quimioterápico e/ou radioterápico de acordo com a avaliação clínica.

Atualmente, a Prefeitura disponibiliza por mês cerca de 190 exames de colonoscopia. Com o projeto, serão mais 260 exames, que serão feitos exclusivamente no Hospital Municipal para os pacientes que apresentam positividade na pesquisa de sangue oculto.

A Secretaria de Saúde e a Abrapreci preveem um grande impacto social com o projeto, pois haverá uma maior conscientização da população em relação ao exame preventivo de câncer, um alerta aos hábitos alimentares, além de aumentar a chance de cura para algo em torno de 90% devido à detecção precoce da doença.

Intestino gigante

O Intestino Gigante ficará exposto de 13 a 20 de setembro e marcará o início do projeto. O “Intestinão” permite que o visitante tenha uma experiência interativa, caminhando, sob a supervisão de monitores, no interior de uma instalação que simula o intestino grosso.

A circulação do público é feita através de um túnel inflável de 2,5 m de diâmetro largura, formando um corredor contínuo da entrada até a saída. O visitante literalmente anda por dentro do intestino.

WhatsApp chat