OUÇA AO VIVO 750 AM

Câmara de São José dos Campos aprova criação de comissão em defesa do INPE

Na sessão desta terça-feira (6), os vereadores aprovaram, por unanimidade, a criação de uma Comissão em Defesa do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), após questionamentos envolvendo o trabalho de monitoramento do desmatamento da Amazônia feito pelo instituto, que tem sua sede em São José dos Campos.

Câmara Municipal de São José dos Campos
Câmara de São José dos Campos

No debate sobre a criação da comissão, os vereadores enfatizaram que o INPE, criado em 1961, é referência no desenvolvimento de satélites e tecnologias de monitoramento, como é o caso do desmatamento. Os vereadores reforçaram também o apoio à equipe de pesquisadores e cientistas da entidade, que mantém o Brasil na vanguarda das tecnologias de monitoramento e sensoriamento remoto de áreas em situação de vulnerabilidade ambiental.

A comissão, formada pelos vereadores Amélia Naomi (PT), Cyborg (PV), Dulce Rita (PSDB), José Dimas (PSDB), Juliana Fraga (PT), Juvenil Silvério (PSDB), Renata Paiva (PSD), Sérgio Camargo (PSDB) e Wagner Balieiro (PT), estabeleceu, entre seus objetivos, ouvir o ex-diretor do Inpe, Ricardo Galvão, e também fazer uma visita à instituição.

Ainda durante a sessão, foi aprovada a moção 69/19 de apoio ao INPE, aos seus servidores e ao ex-diretor do instituto. De autoria da vereadora Dulce Rita, o documento destaca o trabalho sério e dedicado de monitoramento do desmatamento na Amazônia feito pela entidade. “Trabalho que se tornou referência para outros países ao promover o uso da tecnologia no esforço da preservação ambiental”.

O documento aponta confiança nos indicadores apresentados pelo instituto e manifesta preocupação com ações que possam colocar em risco o patrimônio científico estratégico do INPE para o desenvolvimento do Brasil. Além disso, pede a valorização e o fortalecimento das estruturas nacionais de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico, como garantia de nação soberana e autônoma e que cuide de suas reservas naturais.

WhatsApp chat