Grupo ligado a vereador poderá perder o comando do PSL de Bolsonaro em Jacareí

O grupo político ligado ao vereador Fernando Ramos, o Fernando da Ótica (PSC), poderá perder o comando do PSL – Partido Social Liberal -, em Jacareí. O PSL é o partido de Jair Bolsonaro, empossado no cargo de Presidente da República no dia 1º de janeiro. Um ano antes do pleito de 2018, que o conduziu ao comando do país, o então pré-candidato a presidente filiou-se à legenda.

De acordo com Anderson Senna, coordenador de campanha da deputada estadual eleita Letícia Aguiar, de São José dos Campos, o PSL passará por mudanças gerais e o comando em Jacareí “certamente sofrerá alterações nos próximos dias”, reforçou. Senna afirmou que não existe lógica de permanecer na direção do PSL o chefe de gabinete de um vereador do PSC, partido que foi oposição a Bolsonaro nas últimas eleições. 

Ainda neste primeiro semestre do ano, o partido será reestruturado em todo o país e, na região, a deputada Letícia Aguiar já é considerada ‘ponto de referência’ da legenda. 

EXECUTIVA
Uma certidão pública emitida pela Justiça Eleitoral pela internet, a qual o Diário de Jacareí teve acesso, aponta Sérgio Martins dos Santos Júnior, conhecido como Sérgio Kobra, como presidente da executiva do PSL no município. Kobra é chefe de gabinete de Fernando da Ótica na Câmara Municipal. Segundo o documento, ele assumiu o comando do PSL em 08 de fevereiro do ano passado.

A executiva do PSL em Jacareí traz ainda os nomes de Pedro Curi (vice-presidente), Pedro Paulo dos Santos Júnior (secretário-geral), Wilson Batista (1º secretário), José Luís da Silva (tesoureiro-geral) e Eduardo Martins dos Santos (1º tesoureiro). 

Angelo Ananias

Veja mais:

Criminosos vandalizam ônibus na noite de domingo em Jacareí

Desenvolvedor Web - Relbert Ribeiro