OUÇA AO VIVO 750 AM

Bolsonaro diz que Pena de Morte não será debatida no governo dele.

Jair Bolsonaro desautoriza o filho, Eduardo Bolsonaro, deputado pelo PSL, e diz que pena de morte não será debatida pelo governo dele. Bolsonaro se manifestou pelo Twitter e lembrou que o tema da pena de morte é cláusula pétrea da constituição e não pode ser alterada por emendas constitucionais.

Eduardo Bolsonaro defendeu a pena de morte em entrevista ao Jornal “O Globo”, na qual o deputado defendeu a pena capital para traficantes, como acontece na Indonésia, e para crimes hediondos.

Eduardo ainda disse que o melhor dos cenários para implementar a pena de morte seria a realização de um plebiscito.

A Constituição Brasileira prevê a pena de morte, mas só quando o País estiver em guerra declarada.

Jesse Nascimento

Veja mais:

Mega-sena está acumulada e paga R$ 48 milhões amanhã

WhatsApp chat