OUÇA AO VIVO 750 AM

Boeing e Embraer assinam acordo e ficam a um passo de criar gigante da aviação

Boeing e Embraer assinam acordo e ficam a um passo de criar gigante da aviação. O contrato que decide como serão as regras da operação de venda da empresa brasileira para a norte-americana  celebrado nesta quinta-feira (24/01) e, agora, depende da assembleia de acionistas, que se reunirá neste sábado (26).

O contrato mestre de transação, em tradução livre, estabelece que as empresas concordam com os termos negociados até aqui e que regerão futuras negociações. A Boeing vai pagar algo em torno de US$ 4,2 bilhões por 80% da aviação comercial da Embraer.

A Embraer afirma que terá poder de decisão para alguns temas estratégicos, como a transferência das operações do Brasil para outros países.

A Sede da futura empresa, a JV Aviação Comercial, será mesmo em São José dos Campos.

KC390
As duas empresas têm a intenção também de formar uma nova companhia para desenvolver novos mercados para o avião de carga, KC390. Neste caso, a Embraer teria 51% das ações desta companhia.

Confira a nota divulgada pela Embraer:

Embraer S.A. (“Companhia” ou “Embraer”) em complemento aos Fatos Relevantes divulgados pela Companhia em 17 de dezembro de 2018, 10 e 11 de janeiro de 2019, vem comunicar que, nesta data, a Embraer e The Boeing Company celebraram o Master Transaction Agreement, o qual contém os termos e condições para implementação da parceria estratégica no âmbito da aviação comercial e o Contribution Agreement, o qual contém os termos e condições para criação de joint venture para promoção e desenvolvimento de novos mercados e aplicações para o avião multimissão KC-390 (“Operação”).

A Operação será submetida à aprovação dos acionistas da Embraer em Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada, em primeira convocação, em 26 de fevereiro de 2019.

A Operação será consumada após (i) deliberação e aprovação da Operação pelos acionistas da Embraer em Assembleia Geral Extraordinária; (ii) aprovação por autoridades concorrenciais brasileiras, dos Estados Unidos da América e de outras jurisdições aplicáveis; e (iii) satisfação de outras condições usuais em operações desta natureza.

A Companhia manterá acionistas e o mercado em geral informado sobre novas informações relevantes a respeito da Operação.

Jesse Nascimento

Veja mais:

Justiça suspende aumento da passagem de ônibus em São José dos Campos

WhatsApp chat