OUÇA AO VIVO 750 AM

Ampliação de fábrica de vidros deve gerar 900 empregos em cidade do Vale

Ampliação de fábrica de vidros deve gerar 900 empregos em cidade do Vale do Paraíba. O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) aprovou financiamento de R$ 140 milhões a AGC Vidros do Brasil, que tem sede em Guaratinguetá.

O montante representa 20% do investimento total da companhia no projeto, que visa a ampliação da capacidade de produção da fábrica do grupo.

Prefeitura de Jambeiro tem concurso aberto para 17 vagas

Está prevista a implantação de uma segunda unidade de produção de vidros planos e vidros automotivos e de uma unidade de produção de vidros coater, além da ampliação do armazém para estocagem de produtos A expectativa é que a operação financiada pelo BNDES gere 600 empregos temporários e outros 300 definitivos.

A AGC é uma fábrica japonesa e em  Guaratinguetá possui capacidade de produção de 600 toneladas/dia de vidros planos. Com a ampliação, a fábrica mais do que dobrará a capacidade de produção de 600 para 1.450 toneladas/dia de vidros planos.

Jesse Nascimento

WhatsApp chat