A preocupação em manter os animais de estimação sempre limpos e tosados é fundamental, porém certos cuidados, particularmente com os gatos, devem ser tomados. Ao contrário do que muita gente pensa, o bigode é sim um aliado dos bichanos, por isso jamais podemos tosar ou cortar os bigodes dos gatos, pois eles são essenciais para o seu bem-estar, equilíbrio e orientação.
Uma vez com bigodes danificados, os gatos podem ficar inseguros e ainda ter dificuldades para andar ou correr em linha reta. Se sentem desorientados, não conseguem andar no escuro e, em alguns casos, podem até cair. Saltar e subir em móveis, podem se tornar grandes desafios. Estudos apontam que a ausência do bigode nos gatos pode até ocasionar vômitos, talvez por desequilíbrio e ansiedade. Assim como os pelos, os bigodes voltam a crescer dentro de algumas semanas. Eles são feitos de queratina, o principal componente estrutural que compõe o cabelo e unhas dos humanos a queda de bigodes pode indicar uma deficiência de vitaminas ou dermatopatias, mesmo para gatos com bigodes quebrados ou mais curtos.
Saiba mais http://www.radiopiratininga.com.br/petsecia/